sábado, 22 de agosto de 2009

Cuidados com as Pastilhas Valda

Ésta história aconteceu em 1996 quando ainda morava em Florianópolis, e já a escrevi num outro blog que eu tive antes desse. Ela estava entre as minhas anotações e como gosto de coisas inusitadas, momentos surreais que nos deparamos no dia a dia, resolvi postar novamente.
Enquanto aguardava a minha vez para ser atendida na fila do detran, observava ao meu redor as pessoas também inquietas como eu, com a demora em restaurar o sistema nos terminais de atendimento que havia caído, como parecia ser bem comum por ali, conforme os comentários dos funcionários. E não há para mim coisa mais interessante que olhar, observar e ouvir as pessoas.
Como somos diferentes uns dos outros e ao mesmo tempo tão iguais!
Foi assim observando de um lado para o outro que parei meu olhar numa senhora sentada diante da mesa de atendimento de nº quatro, que não parava de falar com o funcionário que só assentia com a cabeça e mantinha o sorriso educado nos lábios. Para meu espanto, de repente, a senhora abriu uma grande bolsa marrom que levava ao colo, observou o seu interior e de lá retirou uma vasilha plástica quadrada, dessas de cozinha, daí pensei : - Esperta ela, que trouxe um lanche.-
É claro que a minha curiosidade aumentou e continuei a minha observação; Ela então abriu a tampa da vasilha plástica de cozinha e retirou o que havia dentro cuidadosamente envolta num guardanapo de pano: nada mais nada menos que (pasmem!) uma latinha de pastilhas Valda !!! Sim aquela famosa latinha dourada e redonda de pastilhas para a garganta, que ela abriu com todo o cuidado e ofereceu gentilmente ao funcionario, que agradeceu polidamente sem se servir, mantendo o mesmo sorriso. Então a mulher colocou uma pastilha na boca, fechou com delicadeza a latinha,observando-a com carinho e tornou a embrulha-lha no guardanapo, ajeitou tudo com cuidado novamente dentro do recipiente plástico, tampou apertando bem e tornou a guardar tudo na bolsa marrom.
Fiquei pensando:Será que a latinha estava enroladinha e dentro do recipiente plástico para não se resfriar?

20 comentários:

  1. que merda de texto!!!

    ResponderExcluir
  2. u.u eu tinha pesquisado no google "pastilhas valda", quando me deparei com o título "cuidado com as pastilhas valda".
    Então achei q era um "bafo" sobre elas.
    Doce ilusão.
    Qdo cliquei vi esse texto idiota...
    Próxima vez vc coloca um título mais a ver com o conteúdo, ok?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também cheguei aqui pelo google, Roberta, com a mesma expectativa que você, mas acho que o texto da senhora merece respeito, pelo menos. Veja que o título é "Cuidados" (não "cuidado") "com as pastilhas valda", em referência aos "cuidados" que a senhora no DETRAN tinha com a latinha de pastilhas.O texto é interessante e bem escrito, se você olhar, não do ponto de vista da sua expectativa frustrada, mas como o relato de uma situação da vida real, inusitada, interessante, estranha...

      Excluir
  3. "'Como somos diferentes uns dos outros' e ao mesmo tempo tão iguais!"
    e os cometários confirmam...

    ResponderExcluir
  4. Coloca merda de texto nisso, ou melhor coloca esse texto dentro de uma latinha de pastilha Valda e guarda. Quando vc for renovar sua carteira no DETRAN, leia bem essa porcaria que escreveu e deixa de olhar para os lados e ver o que os outros estão fazendo. Só assim vc terá menos assunto para escrever.

    ResponderExcluir
  5. quando ela relata que a senhora abriu a latinha achei que tinha merda la dentro, mas era pastilha, ufaaa...

    ResponderExcluir
  6. eu li este texto umas 10x e não entendi nada .....

    ResponderExcluir
  7. Esse é o "espírito da escritora".

    ResponderExcluir
  8. Esse é o "espírito da escritora".

    ResponderExcluir
  9. Como os demais também me deparei com o texto através do google,e sim me decepcionei ,não com texto ,mas com as pessoas que deixam seus comentários maldosos e vejo aqui que nossa sociedade atual esta perdida com essas pessoas ´´burras´´e fúteis ,que querem apenas ser ´´movimento´´,´´multidão´´só aglomeração de retardados .Perfil de pessoas que passam o dia na frente de um computador ou celular apenas fazendo coisas insignificantes .

    ResponderExcluir
  10. KKKKKKKKKKKKKKKK, pelos comentários nem vou mais ler.

    " Ler ou não ler, Eis o livre arbítrio. "

    ResponderExcluir
  11. Filho da puta! Maldito seja quem escreveu esse texto podre e medíocre!!!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns, Clotilde, seu texto é ótimo ! O título do texto foi bem sugestivo, por isso despertou o interesse do bom leitor, até mesmo daqueles que não dão mais importância numa ótima leitura. Sou professora e é exatamente esse tipo de título que indico aos meus alunos, para que tenham o hábito de escrever textos que despertem a curiosidade do leitor . É assim que funciona na vida de um escritor de colunas em jornais, revistas, etc. Mais uma vez lhe dou parabéns, em despertar esse interesse em mim.

    ResponderExcluir
  13. Cuidados com a as pastilhas Valdas. A maior parte não entendeu nada.
    São uns burros de pai e mãe.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom esse texto sobre o Detran.

    ResponderExcluir
  15. Que bosta de texto é esse?????????????

    ResponderExcluir
  16. Muito bom texto Clotilde, tenho certeza que todos que leram esse texto teve a mesma curiosidade que Vc, só que a maioria da população pobre de cultura não entendeu o desfecho do seu texto, esperavam algo mais que uma simples pastilha e os seus efeitos. Para Parabéns por esconder a simplicidade do seu texto a traz de um grande título, bom editor é assim mesmo, prende o leitor com forte algema de conhecimento e sabedoria. Sou acadêmico de Fonoaudiologia, e mesmo procurando pastilha valda no google, cheguei ao seu texto e gostei, não se incomode com as críticas à cima, só criticaram porquê leram.

    ResponderExcluir
  17. Que bosta de texto...a foto de um cachorro cagando é mais interessante que este texto...kkkkfala sério...não acredito que perdi 3 minutos da minha vida lendo isso...

    ResponderExcluir