terça-feira, 26 de maio de 2015

Papo de Fila...

                                                         Papo de Fila...
- Seu nome?
-Dheyze das Neves.
-Trabalha?
-Sou atriz e modelo...
-Por que está na fila?
- Por que não deveria estar se todas essas pessoas estão?
-Mas você pelo menos sabe o que a espera quando chegar a sua vez?
- O que espera a todos os que estão neste fila, não acha?
- Sim, imagino, mas está me parecendo que você está aqui por acaso...
-É claro que não! Ninguém entra numa fila por acaso e penso que nem você está aqui por acaso, até porque eu penso que o “acaso” não existe.
-Mas eu como pode ver estou trabalhando, entrevistando as pessoas desta fila.
- E veio entrevistar justamente eu, por que será?
-Sim, você é muito observadora...
-Este é um dos meus defeitos, ou seria uma qualidade ser observadora?
- Este é um dado interessante, você já pensou em trabalhar num observatório? Hahahah. Não resisti hahahah. O que pretende fazer quando chegar a sua vez de ser atendida?
- Atendida, quem falou que chegarei a ser atendida?
- Bom eu imagino que quando alguém entra numa fila enorme como essa, ou  por maior que seja, queira ser atendida, não?
-Nem sempre, às vezes está fazendo nada e quer ocupar seu tempo esperando ser entrevistada por algum jornalista. Neste meio em que eu vivo a exposição é o maior objetivo.
- Sei.... e qual é o seu?
-O meu o quê?
- Objetivo, não é do que estamos falando?
- Não, estamos falando de filas, grandes enormes ou pequenas e atendimento.
-E o que pretende quando sair daqui?
-Ser convidada para jantar com um jornalista muito simpático que conheci na fila desta manhã de segunda-feira.
-Passo para lhe pegar a que horas?
-Pode ser as 20.30h no saguão do meu hotel...
-Você mora num hotel?

- Não, moro noutra cidade, estou só de passagem...

(Essas ilustrações de fila são de autoria da Ligia Fascioni)

2 comentários:

  1. Hahahahahah... bem objetiva essa moça :)

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Sguassábia27 de maio de 2015 04:51

    Nonsense é bom e terapêutico, minha amiga Clotilde. Para quem escreve e para quem lê. Aguardo na fila para cumprimentar pelo texto.

    ResponderExcluir